LYRIC

[Refrão]
Fatalidade… fatalidade
Se bô câ ê desgraça nem mort’
Anton bô ê d’stine sem sodáde
Marcóde na linha d’nôs sort’

Ness’ via d’entendiment’
‘m tâ suportá nha desilusão
Sem dor nem sofriment’
Sem rancor na coração

Mâ vida ê câ sô fatalidade
Ê câ sô mal, sô dificuldáde
Tem sempre um abraço d’amizade
Q’tâ trazê-b’ um tcher d’felicidade

[Refrão]

Câ bô perdê vontád’ d’vivê
Bô destine ness’ mund’ ê ser f’liz
Oportunidade é pâ câ tchá perdê
Ê um direit’ q’bô tem na bô raíz

Trabalhá, lutá, cantá
Regá bô vida c’suor d’alegria
E tud’fatalidade tâ passá
E bô dia tâ tch’gá, sim bô dia, bô dia…
E bô dia tâ tch’gá, sim bô dia, bô dia…

[Refrão]

Câ bô perdê vontád’ d’vivê
Bô destine ness’ mund’ ê ser f’liz
Oportunidade é pâ câ tchá perdê
Ê um direit’ q’bô tem na bô raíz

Trabalhá, lutá, cantá
Regá bô vida c’suor d’alegria
E tud’fatalidade tâ passá
E bô dia tâ tch’gá, sim bô dia, bô dia…
Sim bô dia, bô dia…

[Refrão](2x)

Marcóde na linha d’nôs sort’

Marcóde na linha d’nôs sort’

Marcóde na linha d’nôs sort’

Marcóde na linha d’nôs sort’…




Adicionada por

d1lov3

PARTILHAR

FACEBOOK COMMENTS

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

VIDEO